Como gerar um post estático

Para evitar que picos pontuais – gerados por posts ou links em páginas no Facebook e outros sites – derrubam seu servidor e evite que você possa obter o melhor dos resultados, criei esse post para os blogueiros terem uma noção de que rapidamente pode se criar um arquivo estático do conteúdo que está “bombando” e mostrar isso para seu leitor.

O benefício desse método é que evita a enxurrada de conexões (principalmente no banco de dados) para mostrar o mesmo conteúdo a todos os leitores. Deve-se entender que é um método paliativo, para ser empregado na emergência, como no caso de você não saber que o tráfego ia vir e o ideal é que seja removido assim que a onda passar. Todos os links, GA, publicidades, vídeos, fotos e afins devem seguir funcionando normalmente.

Mas tem que tomar cuidado com alguns pontos:

  1. Os comentários não serão atualizados a cada nova interação;
  2. Qualquer alteração no conteúdo não vai aparecer para seu leitor;

Para contornar isso, é necessário repetir os passos 1 e 2, sempre que quiser atualizar a página.

Antes de mais nada

  • Você precisa saber qual o post “problema” que está atraindo atenção e derrubando tudo;
  • O navegador Firefox é necessário (não testei com outros navegadores);
  • Também é necessário ter acesso ao FTP do seu servidor, pois vai precisar fazer o upload de um arquivo e alterar outro (.htaccess).

Passo a passo

São 3 passos, mas é necessário ter uma noção do que está fazendo e fazer um backup do arquivo .htaccess.

Passo 1

  • Dê um ctrl+c na URL problemática;
  • Abre o Firefox e abre os downloads (dentro do menu ferramentas -> downloads);
  • Ctrl+v ali mesmo, na tela que abrir.

O arquivo vai ser baixado e salvo na pasta determinada como padrão ou em downloads.

Download via Firefox

Passo 2

  • Entre na sua conta do FTP e na mesma pasta dos principais arquivos e diretórios (como wp-content, wp-includes e wp-admin) suba o arquivo.
  • Teste para ver se você consegue abrir a URL nova (algo como: http://www.example.com/nome-do-arquivo.html)

 

Passo 3

Este é o passo mais complicado.

  • Encontre o arquivo .htaccess (isso mesmo, não tem nada antes do ponto). Em alguns programas de FTP esses arquivos com ponto antes ficam escondidos e é necessário revelá-los. Se o programa tiver em inglês procure por algo como “show hidden files”, mostre arquivos escondidos;Exemplo de FTP
  • Faça uma cópia deste arquivo, ponha um nome como .htaccess-backup;
  • Edite o arquivo .htaccess e na primeira linha, antes de tudo coloque o seguinte

redirect 302 #URL_ATUAL# #URL_DO_ARQUIVO#

Onde #URL_ATUAL# você substitua pela URL que aparece no navegador, na página problemática e #URL_DO_ARQUIVO# substitua pela URL do nome do arquivo exato (normalmente ela é a mesma URL da anterior finalizando com .htm ou .html).Exemplo de alteração no arquivo .htaccess

  • Só salvar o arquivo .htaccess e testar;
  • Quando tudo estiver mais tranquilo é só remover essa linha adicionado no arquivo .htaccess que tudo voltará (e deletar o arquivo .html no FTP).

 

Nada mudará na URL, é uma solução super discreto para o leitor, mas seu servidor vai agradecer e muito. Boa sorte.